jusbrasil.com.br
24 de Janeiro de 2017
    Adicione tópicos

    TRT-6 - RECURSO ORDINARIO : RO 1798200301306001 PE 2003.013.06.00.1

    Processo
    RO 1798200301306001 PE 2003.013.06.00.1
    Partes
    RECORRENTE: Nilson Costa Lima, ADV. RECORRENTE: Magaly da Silva Santos, RECORRENTE: Companhia de Papéis e Papelão Ondulado do Norte - ONDUNORTE, ADV. RECORRENTE: Alberes da Cunha Pacheco, RECORRIDO: Nilson Costa Lima, ADV. RECORRIDO: Magaly da Silva Santos, RECORRIDO: Companhia de Papéis e Papelão Ondulado do Norte - ONDUNORTE, ADV. RECORRIDO: Alberes da Cunha Pacheco
    Publicação
    20/04/2006
    Relator
    Valdir José Silva de Carvalho

    Ementa

    Recurso ordinário. Adicional de insalubridade. Base de cálculo. Tratando-se de empregado para cuja categoria existe piso salarial previsto em Convenção Coletiva, o adicional de insalubridade deve incidir sobre o salário profissional, e não sobre o salário mínimo. Exegese da Súmula n.º 228 c/c Súmula n.º 17, ambas do Tribunal Superior do Trabalho.Vistos.Recursos ordinários interpostos por NILSON COSTA LIMA e pela COMPANHIA DE PAPÉIS E PAPELÃO ONDULADO DO NORTE - ONDUNORTE, respectivamente, em face de decisão proferida pela MM. 13ª Vara do Trabalho do Recife/PE, que, às fls. 288/296, julgou procedente, em parte, a reclamação trabalhista nº 01798-2003-013-06-00-1 ajuizada pelo primeiro contra a segunda recorrente. Em suas razões recursais, às fls. 298/300, pretende o reclamante a reforma do decisum de primeiro grau, com relação às horas extras (e incidências) e dobras salariais dos domingos e feriados, com base na prova testemunhal produ...

    Veja essa decisão na íntegra
    É gratuito. Basta se cadastrar.
    Disponível em: http://trt-6.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/5192095/recurso-ordinario-ro-1798200301306001-pe-200301306001

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)